Impulsionando a retenção e desenvolvimento da equipe: estratégias para o RH

Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, um dos principais desafios enfrentados hoje pelas organizações é reter os melhores talentos. Neste cenário, é importante lembrar que oferecer oportunidades de desenvolvimento de carreira e aprendizado são fatores críticos para o sucesso.

Considerando o fenômeno Quiet Quitting e a necessidade de aumentar o desempenho das equipes, os profissionais de RH possuem um papel fundamental na promoção de uma cultura de crescimento e desenvolvimento contínuos.

Neste artigo, trazemos as estratégias que você, como profissional de RH, pode implementar para oferecer oportunidades de desenvolvimento de carreira e aprendizado, capacitar líderes e gerentes, otimizar o desempenho da equipe e ter um impacto de longo prazo no sucesso dos funcionários e da empresa.

Offer diverse learning opportunities to reduce the Quiet Quitting phenomenon. In this image, a waist up portrait of multi-ethnic business team listening to smiling African-American woman during meeting in office.

 

Entendendo o fenômeno Quiet Quitting

O termo, que pode ser traduzido como “desistência silenciosa”, surgiu na plataforma de vídeo TikTok. Hoje, a trend já tem milhares de publicações nas quais os usuários refletem sobre os aspectos negativos das relações de trabalho.

O fenômeno Quiet Quitting refere-se à situação em que os funcionários se desligam de suas funções e organizações sem pedir demissão explicitamente, o que pode ter implicações significativas para o desempenho da equipe. Para evitá-lo, as equipes de RH devem abordar proativamente as suas causas, como, por exemplo, a falta de perspectiva de crescimento na carreira e oportunidades de aprendizado.

Ao reconhecer os sinais e os possíveis motivos por trás do Quiet Quitting, você pode tomar as medidas necessárias para promover um ambiente de trabalho favorável e voltado para o crescimento.

Confira algumas das estratégias mais eficazes que podem te ajudar a evitar a desistência silenciosa no dia a dia de sua força de trabalho:

Avenue engage banner

 

Cultivar uma cultura de crescimento contínuo

Para cultivar uma cultura de crescimento em uma organização, é fundamental promover um mindset de aprendizado e desenvolvimento contínuos.

Os profissionais de RH desempenham um papel fundamental na promoção dessa cultura, criando um ambiente que valorize a curiosidade, a inovação e o crescimento pessoal.

Aqui estão dois exemplos de ações que te ajudarão a promover uma mentalidade de aprendizado contínuo:

  • Oferecer às pessoas colaboradoras oportunidades de expandir seus conhecimentos e habilidades é fundamental. Isto pode ser feito por meio de iniciativas como sessões de Lunch-and-Learn, clubes do livro focados em tópicos relacionados ao setor e muito mais.
  • Implementar plataformas internas de compartilhamento de conhecimento, nas quais os funcionários podem trocar ideias, práticas recomendadas e lições aprendidas, promove a colaboração e incentiva o crescimento contínuo em toda a organização.

 

Ao aplicar essas estratégias no dia a dia, as organizações capacitam os funcionários, melhoram o desempenho da equipe e se adaptam melhor a um mercado em constante evolução.

 

Ofereça oportunidades de aprendizado diversificadas

Desenvolver programas de treinamento abrangentes que atendam às necessidades específicas das pessoas colaboradoras pode ser caminho assertivo para o RH oferecer oportunidades de aprendizado mais diversificadas.

Com este objetivo, algumas das estratégias que você pode implementar são:

  • Identificar lacunas de habilidades e preferências individuais de aprendizado
  • Utilizar plataformas de e-learning, workshops e seminários
  • Incentivar a participação em conferências, webinars e eventos do setor
  • Promover programas de orientação e treinamento

Assim, você pode adaptar os programas para garantir a máxima eficácia e proporcionar aos funcionários experiências de aprendizagem flexíveis e interativas.

Além disso, essas ações geram oportunidades valiosas de networking e acesso às últimas tendências e percepções do setor.

 

Offer personalised career advising opportunities to reduce the Quiet Quitting phenomenon. In this image, a happy young man with Down syndrome and mentor friend sitting and chatting outdoors

Aproveite os programas de mentoria e treinamento

O estabelecimento de programas formais de mentoria e treinamento é outra forma de criar mais oportunidades de crescimento e desenvolvimento dentro da empresa, colaborando para aumentar a retenção de funcionários.

Esses programas estabelecem uma plataforma para que as pessoas adquiram insights valiosos e aprimorem suas habilidades profissionais.

A combinação de profissionais experientes com funcionários que buscam orientação, permite o suporte personalizado e a transferência de conhecimento, incentivando uma cultura de networking e aprimoramento de habilidades. Com isso, você cria um ambiente de apoio que promove o engajamento, reduz a rotatividade e cultiva a lealdade de longo prazo.

 

Personalize o Coaching de Carreiras 

Ter um programa eficaz de Coaching de Carreiras significa implementar sessões individualizadas, identificando as metas e os caminhos de crescimento de cada um e alinhando-os às oportunidades na organização.

Uma maneira de inserir isso na rotina de trabalho é realizar sessões individuais, nas quais o RH e os gerentes podem obter insights sobre as aspirações da pessoa funcionária e os caminhos de crescimento desejados – o que vai permitir uma orientação e suporte mais personalizados.

Assim, você capacita as pessoas a tomarem decisões informadas sobre o desenvolvimento de suas carreiras, fortalecendo um senso de propósito, propriedade e envolvimento na equipe.

Além disso, uma vez que as metas individuais das pessoas funcionárias são consideradas, aumenta a probabilidade do seu comprometimento e retenção de longo prazo na empresa.

 

Fortaleça a autonomia dos funcionários

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, aumentar a autonomia dos funcionários pode ser uma estratégia poderosa para melhorar as taxas de retenção e atenuar o fenômeno Quiet Quitting.

Você, como profissional de RH, pode promover o aprendizado autônomo e o crescimento profissional, incentivando os funcionários a se apropriarem de seu desenvolvimento e apoiando a busca por conhecimento. Esta postura, promove um senso de responsabilidade e investimento, levando a uma maior satisfação no trabalho.

Reconheça e recompense as pessoas por seu desenvolvimento

Por fim, as empresas devem reconhecer e comemorar o progresso e as conquistas das pessoas, destacando sua dedicação ao crescimento profissional e pessoal.

A incorporação de marcos de desenvolvimento de carreira nas avaliações de desempenho, por exemplo, garante que o desenvolvimento do funcionário receba a atenção que merece e seja reconhecido como um componente essencial do sucesso.

Ademais, oferecer recompensas e incentivos para o envolvimento ativo em iniciativas de aprendizado motiva os funcionários a investirem em seu próprio crescimento.

 

Conclusão

Lembre-se: investir no desenvolvimento das pessoas colaboradoras é um benefício para o futuro da organização.

Para reter os melhores talentos e evitar o Quiet Quitting, é necessário que as equipes de RH priorizem o desenvolvimento da carreira e as oportunidades de aprendizado.

Ao cultivar uma cultura de crescimento contínuo, você capacita as pessoas, melhora o desempenho da equipe e, por fim, contribui para o sucesso de longo prazo da sua empresa.


E você, já aplicou alguma dessas estratégias na sua organização? Compartilhe nos comentários!

Gostou deste conteúdo? Compartilhe-o com seus amigos e colegas de trabalho!

Picture of Hana Campos

Hana Campos

HR Develpoment Analyst - Career Advisor

Posts Relacionados

Meet the best solutions for your company
Timesheet and People Management
Talent Acquisition
Coming Soon: CRM for Sales

Entre em contato e veja o que podemos fazer pelo seu negócio – sem compromisso!

Entre em contato e veja o que podemos fazer pelo seu negócio – sem compromisso!